Categorias Anime & Mangá

Jujutsu Kaisen: fusão da Tengen, explicada

Ah, o mundo de Jujutsu Kaisen e seus intrincados enredos, né? Desde o momento que Kenjaku deu as caras, com aquela vibe de quem não tá pra brincadeira, já deu pra sacar que o cara tinha mais camadas do que cebola. O sujeito apareceu fazendo a social com as Maldições do Desastre, disfarçado de um antigo colega do Gojo, e já ali, a gente percebeu: esse aí tem jogo de cintura e um plano B para cada plano A que falha.

O Grande Jogo de Kenjaku

Estratégia e Conspiração

Quando a conversa girou para o tal do Culling Game, ou Jogo de Expurgo, como chamam, ficou cristalino que Kenjaku era o tipo de vilão que pensa lá na frente, jogando xadrez 4D enquanto o resto tá tentando aprender a jogar dama. O Jogo de Expurgo não era só mais uma etapa do seu grande esquema, era a peça chave para botar em prática um plano que vinha cozinhando há mais de mil anos, movido puramente pela curiosidade de ver o que aconteceria se ele fundisse a humanidade com Tengen, o mestre imortal cheio de Energia Amaldiçoada.

Objetivos Obscuros e Ambições Grandiosas

E o que Kenjaku queria com isso? Bom, depois de deixar todo mundo coçando a cabeça tentando entender seus movimentos, ele finalmente soltou o verbo sobre sua intenção de unir a humanidade ao Tengen, numa tentativa de levar a Energia Amaldiçoada para outro nível. A ideia era criar um super ser amaldiçoado, um passo evolutivo gigante para a humanidade, segundo ele. Mas no fundo, o que Kenjaku realmente queria era ver o que aconteceria, saciar sua curiosidade milenar, mesmo que isso significasse jogar a humanidade no ventilador.

A Execução do Plano

Manipulação e Conflito

Agora, como ele pretendia realizar essa fusão? Kenjaku não era novato no assunto, já estava na jogada há mais de mil anos, manobrando por entre os destinos interligados de Tengen, do portador dos Seis Olhos, e do Recipiente de Plasma Estelar. O Jogo de Expurgo veio como a cereja do bolo, um meio de reunir energia amaldiçoada suficiente para a fusão, engajando feiticeiros antigos e modernos numa batalha épica que se espalharia por todo o Japão.

Estratégia Final e Revelações

E quando a poeira baixou, após trazer os EUA para o barulho com promessas de feiticeiros como recurso renovável, Kenjaku mostrou suas verdadeiras cores. O Jogo de Expurgo era só uma distração, um jeito de acumular energia amaldiçoada enquanto ele finalizava seu plano de capturar Tengen. E mesmo com Yuki e Choso tentando proteger Tengen, Kenjaku levou a melhor, capturando-o e colocando o último pedaço do quebra-cabeça no lugar. Agora, com Tengen e uma montanha de Energia Amaldiçoada ao seu dispor, Kenjaku estava pronto para realizar a fusão e finalmente matar sua curiosidade de séculos.

E aí, conseguimos captar toda a maluquice que é o plano de Kenjaku? Esse cara é um gênio do mal no sentido mais literal da palavra, com um plano que faz a gente questionar: até onde vai a curiosidade humana (ou seria desumana, nesse caso)?

Acompanhe-nos no Google News para receber as últimas notícias de anime!

Daniel Oliveira

Criador do animerant.com.br. Desenvolvedor e webmaster que trabalha como escritor e principal editor de notícias para o site.

Compartilhar
Publicado por