Anime & Mangá

Por que Orange atinge muito mais o público na fase adulta?

Publicado por

Sem dúvida, o universo dos animes é rico e multifacetado, capaz de evocar uma ampla gama de emoções, desde tristeza até euforia. No entanto, há certos animes, como Orange, que transcendem simples classificações de gênero, tocando profundamente em tópicos sensíveis e emocionais de uma forma autêntica.

primeiro lugar, é crucial compreender que Orange não é apenas um anime de romance, mas sim uma obra-prima que aborda com delicadeza assuntos como depressão, ansiedade e até mesmo suicídio.

Autenticidade na Abordagem de Temas Sensíveis

Especificamente, Orange destaca-se pelo modo como aborda tópicos complexos e emocionalmente carregados. Kakeru Naruse, o estudante transferido da trama, serve como um retrato vívido de uma pessoa lidando com problemas psicológicos severos.

Sua história se desenrola de forma delicada, evitando clichês e abordagens superficiais frequentemente vistas em outros animes. Esse é um dos motivos pelos quais Orange parece especialmente impactante para o público adulto, que muitas vezes pode compreender melhor a complexidade e nuances da condição humana.

Personagens Profundos e Relacionáveis

Além de Kakeru e da protagonista Naho, Orange possui um elenco secundário incrivelmente bem desenvolvido. Suwa, por exemplo, é mais do que um simples personagem coadjuvante; ele é um herói à sua maneira, mostrando um altruísmo que é raro de se encontrar.

Ele, junto com outros personagens como Azusa e Hagita, contribui para uma narrativa rica e envolvente que ressoa em vários níveis emocionais.

A Viagem no Tempo Como Nunca Vista

O anime também aborda o tropo da viagem no tempo de uma maneira nova e intrigante. Em vez de seguir os caminhos já trilhados, Orange utiliza esse elemento para explorar a ideia de arrependimento e a possibilidade de mudar o passado — conceitos que se tornam cada vez mais relevantes à medida que envelhecemos.

Por fim, Orange é um anime que merece ser revisto em diferentes fases da vida. Ele aborda tópicos como depressão, ansiedade e amor de forma autêntica e respeitosa, tornando-o um tesouro emocional que ressoa de diferentes formas dependendo de sua própria experiência de vida. Certamente, não é um anime que se possa esquecer facilmente, tornando-o uma obra atemporal que merece sua atenção.

Siga-nos no Google News para receber as últimas notícias de anime.

Matheus Gimenez

Escritor do animerant.com.br e um entusiasta do universo dos animes que não curte muito mangás, mas quando pega para ler, termina em pouquíssimo tempo.

Publicado por

Posts recentes

10 coisas em Dragon Ball Super que os fãs odiaram

Dragon Ball Super trouxe uma nova vibe ao universo Dragon Ball, criado por Akira Toriyama.…

25/02/2024

One Piece: Eiichiro Oda revela o verdadeiro motivo para Zoro ter três espadas

Eiichiro Oda, o criador de One Piece, compartilhou o porquê de Zoro ter três espadas,…

25/02/2024

Dragon Ball Super: Nova transformação de Gohan confirma a teoria antiga do Goku

No mangá de Dragon Ball Super tá rolando um embate épico que muita gente tava…

25/02/2024

7 coisas que o criador de Dragon Ball esqueceu

Dragon Ball é um fenômeno mundial, cativando fãs com suas histórias empolgantes, personagens memoráveis e…

25/02/2024

One Piece: Oda conta de onde veio a ideia do Gear 2 do Luffy

O Luffy, aquele pirata top de One Piece, não começou sua jornada sendo o cara…

25/02/2024

One Piece 1109: O que esperar do capítulo?

Os fãs de One Piece estão na maior expectativa pelo capítulo 1109. A trama na…

25/02/2024

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site.

Leia mais