Anime & Mangá

O primeiro reboot fracassado de Pokémon prova que Horizons foi um verdadeiro sucesso

Publicado por

O universo Pokémon no anime passou por diversas fases desde a sua criação há mais de 25 anos. No entanto, uma das fases mais debatidas entre os fãs foi a era Preto e Branco, que focou na região de Unova e nos jogos da quinta geração.

Na verdade, essa fase tentou ser uma espécie de reboot para toda a franquia, um movimento que desagradou muitos fãs. Em contraste, a mais recente série Pokémon Horizons conseguiu revitalizar o anime de forma bem-sucedida. A diferença crucial entre as duas séries pode ser resumida em uma palavra: comprometimento.

Inicialmente, vale lembrar que a era Preto e Branco nos jogos tentou retornar às raízes da franquia ao focar exclusivamente em novos Pokémon.

O anime seguiu uma abordagem semelhante, introduzindo poucos elementos das gerações anteriores, um movimento que dividiu a comunidade de fãs.

Entretanto, ao tentar fazer um reboot no anime, os produtores se depararam com um grande dilema: como recomeçar mantendo personagens icônicos como Ash e Pikachu?

Um reboot de anime sem perder Ash

De fato, esses personagens passaram por anos de desenvolvimento e ainda eram populares entre os fãs. A série Preto e Branco até implementou algumas mudanças visuais e estilísticas para sinalizar este novo começo, mas o esforço pareceu incoerente.

O principal problema com Preto e Branco foi o tratamento dado a Ash. Apesar de ser um treinador veterano, ele foi retratado como um novato, perdendo inclusive para um Pokémon inicial recém-obtido.

Esse movimento frustrou muitos fãs que se sentiram como se todo o progresso anterior tivesse sido anulado.

Em contrapartida, Pokémon Horizons tomou decisões ousadas. Optou por não manter Ash e introduziu novos personagens principais, Liko e Roy, permitindo que a série recomeçasse com uma lousa limpa.

Além disso, a série incorporou personagens adultos como Friede, oferecendo uma perspectiva fresca e mais madura para o anime.

O fato é que Pokémon Horizons se comprometeu totalmente com a ideia de um novo começo, algo que Preto e Branco falhou em fazer. Manter Ash acabou sendo um obstáculo para a série, restringindo o tipo de histórias que poderiam ser contadas.

Só quando a franquia teve a coragem de seguir em frente sem Ash é que ela conseguiu se reinventar de maneira eficaz, capturando a atenção de novos e antigos fãs.

Resumindo, a era Preto e Branco não foi um sucesso não porque tentou reiniciar a franquia, mas sim porque não foi audaciosa o suficiente para fazê-lo completamente. Pokémon Horizons, ao se comprometer com a renovação, deu um fôlego novo e necessário ao anime, que agrada tanto a novos quanto a antigos fãs.

Siga-nos no Google News para receber as últimas notícias de anime.

Matheus Gimenez

Escritor do animerant.com.br e um entusiasta do universo dos animes que não curte muito mangás, mas quando pega para ler, termina em pouquíssimo tempo.

Publicado por

Posts recentes

Masashi Kishimoto, criador de Naruto, fala sobre a escolha do diretor e roteirista para o filme live-action

O filme live-action de Naruto, que todo mundo tá esperando, vai ser escrito e dirigido…

23/02/2024

Jujutsu Kaisen: Maki é a arma secreta contra Sukuna?

Jujutsu Kaisen tá pegando fogo! Depois de uma sequência de capítulos tensos, Sukuna tá dando…

23/02/2024

Dragon Ball Super mostra a reação de Goku e Vegeta à nova forma do Gohan

Antes de encarar o Goku, a nova transformação do Gohan em "Besta" deixou tanto o…

23/02/2024

Quem são as duas irmãs gêmeas do Barba Negra e o que isso significa em One Piece?

A revista One Piece Magazine Vol.8 mostra uns rascunhos da mãe e das duas irmãs…

23/02/2024

Por que tantos personagens parecem com o Goku? O motivo foi revelado 30 anos atrás em Dragon Ball

Já reparou que uma galera no universo de Dragon Ball tem uma carinha bem familiar,…

23/02/2024

One Piece: Este personagem importante será crucial para os Piratas do Barba Negra

Caribou não é apenas mais um personagem na vasta série de One Piece. Depois do…

23/02/2024

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site.

Leia mais