Anime

Jujutsu Kaisen | Voto Vinculativo, a técnica que nem Sukuna pode quebrar

Em “Jujutsu Kaisen“, o termo “técnica amaldiçoada” não é algo exclusivo. Vários personagens usam técnicas similares, como a Expansão de Domínio ou a Técnica Amaldiçoada Reversa.

No entanto, uma coisa se destaca: o Voto Vinculativo. Esse é um contrato mágico tão sólido que até mesmo o temido Ryomen Sukuna não ousa quebrá-lo.

O que é um Voto Vinculativo, Afinal?

Reprodução: Jujutsu Kaisen

Em sua essência, um Voto Vinculativo é um pacto selado com energia amaldiçoada. Quem domina esse tipo de energia, seja humano ou espírito amaldiçoado, tem o poder de criar esse contrato. Mas a beleza da coisa é que o acordo pode ser tanto entre duas partes quanto consigo mesmo.

Não há uma fórmula complexa para criar um Voto Vinculativo. É basicamente como um aperto de mãos verbal super-carregado. As duas partes concordam com os termos, e puf! Você tem um acordo inquebrável.

E não pense que é algo limitado aos especialistas em maldições; qualquer um com algum domínio da energia amaldiçoada pode entrar na jogada.

Reprodução: Jujutsu Kaisen

Depois de feito, esse voto é intocável. Ninguém pode mudar ou cancelar os termos. E é crucial entender bem o que você está se metendo, porque as consequências de tentar quebrar um Voto Vinculativo são severas. É por isso que mesmo figuras ardilosas como Sukuna e Pseudo-Geto evitam brincar com esse tipo de compromisso.

Fazendo um Voto Consigo Mesmo

Um dos cenários mais intrigantes é quando alguém faz um Voto Vinculativo consigo mesmo. É um jogo arriscado de troca, ganhando poderes extras em detrimento de algum tipo de restrição. Quanto mais alta a aposta, maior o poder desbloqueado. E adivinhem? Quebrar esse tipo de voto não é o fim do mundo, mas você perde as vantagens adquiridas.

Votos Coletivos: Um Contrato entre Duas Partes

Reprodução: Jujutsu Kaisen

A outra opção é um contrato mútuo. E aqui, a palavra-chave é “benefício mútuo”. Ambas as partes devem ganhar algo de valor, e o que vale como “valor” é subjetivo. As consequências de quebrar um acordo mútuo, no entanto, são um mistério até mesmo para as partes envolvidas. É um risco que até Sukuna hesita em correr.

Casos Famosos de Votos Vinculativos

Mahito e Mechamaru forneceram um dos exemplos mais memoráveis de um voto entre duas partes. Mechamaru deu informações valiosas a Mahito, que, em troca, usou suas habilidades para curar Mechamaru. Outro caso é o acordo entre Sukuna e Yuji Itadori: a ressurreição de Yuji em troca do controle de seu corpo por um minuto.

Embora técnicas como Expansão de Domínio roubem os holofotes, o Voto Vinculativo é um dos truques mais úteis e versáteis no mundo de “Jujutsu Kaisen”. É uma estratégia que não deve ser subestimada, pois carrega consigo tanto o potencial de grande poder quanto o risco de consequências devastadoras.

E aí, o que você acha do poder dos Votos Vinculativos em “Jujutsu Kaisen”? É sutil, mas inegavelmente impactante, não é?

Siga-nos no Google News para receber as últimas notícias de anime.

Daniel Oliveira

Criador do animerant.com.br. Desenvolvedor e webmaster que trabalha como escritor e principal editor de notícias para o site.

Compartilhar
Publicado por

Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

Política de Privacidade