Anime & Mangá

Entenda por que novos animes shonen como Jujutsu Kaisen não tem tantos fillers

Publicado por

O mundo do anime shonen passou por transformações significativas, especialmente quando se trata da presença de episódios filler. Tradicionalmente, estes episódios foram inseridos para preencher lacunas entre os principais arcos da história, mas não foram bem recebidos pela comunidade de fãs.

No entanto, a atual geração de animes shonen, incluindo títulos populares como “Jujutsu Kaisen”, “My Hero Academia” e “Chainsaw Man“, tem sido notada por minimizar ou até mesmo evitar completamente o uso de fillers.

Definição de filler

Agora, vamos entender, “O que é um episódio filler?” Dentro do mundo do anime e mangá, um episódio filler é basicamente qualquer segmento que não está presente no mangá original que o anime está adaptando, dado que existe um mangá para se basear. Exemplos clássicos seriam o arco G-8 em One Piece, o arco Curry of Life em Naruto, ou o arco Zanpakuto Rebellion em Bleach.

Esses episódios fillers foram criados porque, frequentemente, os animes alcançam seus respectivos mangás muito rapidamente. No passado, os estúdios de animação costumavam criar episódios e até mesmo arcos inteiros de filler para preencher as lacunas entre as batidas principais da história.

É importante notar que fillers não se referem a momentos em que a trama é lenta ou não há desenvolvimento do personagem.

No entanto, a definição de filler foi distorcida ao longo do tempo. Os produtores e fãs de anime passaram a exigir somente as partes centrais da história ou somente a ação, sem muito espaço para respirar entre os eventos significativos.

Até mesmo o desenvolvimento de personagens principais passou a ser rotulado como “filler” por alguns fãs impacientes.

O desgaste dos episódios filler foi bem evidente em animes como “Dragon Ball Z”, que teve 44 episódios filler de um total de 291, e “Naruto”, que teve mais de 296 episódios filler em 720 episódios, com vários arcos de filler entre eles.

Os novos animes shonen são mais ‘diretos’

Os recentes animes shonen, como “Demon Slayer”, “Chainsaw Man”, “Jujutsu Kaisen” e “My Hero Academia”, são notáveis pela ausência de episódios filler.

Isso é em grande parte devido ao fato de que os estúdios de animação estão agora mais dispostos a fazer pausas entre os principais arcos da história, diminuindo a necessidade de episódios filler.

Embora o corte de fillers possa ser benéfico para alguns animes, em outros, pode ser prejudicial. O anime “Akame Ga Kill!” e a segunda temporada de “The Promised Neverland” são exemplos onde omitir detalhes importantes da história para acelerar a trama levou a uma recepção negativa dos fãs.

Em suma, embora a presença de episódios filler em animes shonen possa ser irritante para alguns fãs, sua ausência também pode levar a adaptações apressadas e insatisfatórias. A chave, portanto, está no equilíbrio.

Siga-nos no Google News para receber as últimas notícias de anime.

Matheus Gimenez

Escritor do animerant.com.br e um entusiasta do universo dos animes que não curte muito mangás, mas quando pega para ler, termina em pouquíssimo tempo.

Publicado por

Posts recentes

Dragon Ball confirmou a forma mais forte de Goku

A galera que acompanha Dragon Ball estava super empolgada com o Capítulo 101 do mangá.…

04/03/2024

Jujutsu Kaisen 252: Maki Vs Sukuna começa

Jujutsu Kaisen deu as caras de novo depois de uma pausa de duas semanas, e…

04/03/2024

5 lutas mais incompatíveis em Naruto

Na obra de Masashi Kishimoto, Naruto, o engano e a desorientação são a alma das…

04/03/2024

Como os gigantes Elbaf podem ajudar Luffy a se tornar o rei dos piratas?

No universo de One Piece, a diversidade é o que não falta. Temos desde Homens-Peixe…

04/03/2024

Hell’s Paradise: o que esperar da 2ª temporada (de acordo com o mangá)

Todo mundo está na maior expectativa pela segunda temporada de Hell's Paradise. Ainda sem data…

04/03/2024

One Piece: O que a chegada do Gorosei em Egghead significa para os piratas chapéus de palha?

No capítulo 1109 de One Piece, a ação foi pra lá de eletrizante no arco…

04/03/2024

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site.

Leia mais