Anime & Mangá

Dragon Ball Super | Por que o personagem mais forte nunca luta?

Publicado por

Em Dragon Ball Super, é indiscutível que Whis, o assistente de Lord Beerus, está no topo da cadeia alimentar quando se trata de força bruta. Ele é mais forte que um Deus da Destruição, o que já é dizer muito. Mas você já se perguntou por que Whis nunca se junta à batalha com Goku? Bem, a resposta está em sua própria natureza divina.

Whis é um Anjo, com “A” maiúsculo. Ele serve como guia para os Deuses da Destruição e tem um papel muito específico: ser neutro.

Embora suas habilidades de combate e domínio do Ultra Instinto façam Goku e Vegeta parecerem amadores, ele está proibido de tomar partido em conflitos mortais. Ele não é nem bom nem mau; ele é neutro, um árbitro celestial em um universo cheio de cinza moral.

Esta neutralidade não é apenas uma escolha de estilo de vida; é uma regra estrita imposta a todos os Anjos. No capítulo 60 de Dragon Ball Super, Whis conversa com Merus, outro Anjo que decidiu ajudar Goku secretamente. Merus tinha intenções nobres, mas Whis o lembra que a neutralidade é inegociável.

Até mesmo a destruição de planetas faz parte da “ordem natural das coisas”, e os Anjos não têm o direito de julgar. Quem tentar será simplesmente apagado da realidade pelo Rei de Tudo, Zenão. Merus desafiou essa regra e pagou o preço, embora tenha sido poupado por um truque do destino e reencarnado como mortal.

Whis de Dragon Ball Super será excluído da existência se ele lutar

Reprodução: Dragon Ball

Aqui está o ponto: enquanto Merus era jovem e impulsivo, Whis é sábio e entende as consequências de suas ações. Não importa quão tentador possa ser para ele interferir, isso seria o mesmo que assinar sua própria sentença de morte. Por mais que Whis possa querer lutar, o máximo que ele pode fazer é preparar Goku, Vegeta e até Broly para enfrentar os desafios por conta própria.

E sobre os deuses como Lord Beerus? Eles podem entrar na briga se quiserem, mas mesmo eles têm responsabilidades e enfrentarão consequências se negligenciarem seus deveres. A linha é clara: os Anjos estão lá para guiar, não para interferir. E talvez seja melhor assim. Imagine o quão chato seria para Goku e Vegeta se Whis pudesse simplesmente resolver todos os problemas com um estalar de dedos.

Portanto, embora Whis tenha um arsenal de habilidades que fariam qualquer fã de Dragon Ball babar, é melhor para a narrativa que ele permaneça como um observador neutro. Se ele pudesse intervir, o enredo poderia muito bem desmoronar, tornando todo o universo de Dragon Ball Super um tanto quanto previsível e menos emocionante. Afinal, o que é uma história sem seus altos e baixos, seus conflitos e resoluções?

Siga-nos no Google News para receber as últimas notícias de anime.

Daniel Oliveira

Criador e escritor do site animerant.com.br. O site foi criado exclusivamente para comentar sobre os animes e mangás e oferecer entretenimento geek para os entusiastas do meio.

Publicado por
Tags: dragon ball

Posts recentes

Masashi Kishimoto, criador de Naruto, fala sobre a escolha do diretor e roteirista para o filme live-action

O filme live-action de Naruto, que todo mundo tá esperando, vai ser escrito e dirigido…

23/02/2024

Jujutsu Kaisen: Maki é a arma secreta contra Sukuna?

Jujutsu Kaisen tá pegando fogo! Depois de uma sequência de capítulos tensos, Sukuna tá dando…

23/02/2024

Dragon Ball Super mostra a reação de Goku e Vegeta à nova forma do Gohan

Antes de encarar o Goku, a nova transformação do Gohan em "Besta" deixou tanto o…

23/02/2024

Quem são as duas irmãs gêmeas do Barba Negra e o que isso significa em One Piece?

A revista One Piece Magazine Vol.8 mostra uns rascunhos da mãe e das duas irmãs…

23/02/2024

Por que tantos personagens parecem com o Goku? O motivo foi revelado 30 anos atrás em Dragon Ball

Já reparou que uma galera no universo de Dragon Ball tem uma carinha bem familiar,…

23/02/2024

One Piece: Este personagem importante será crucial para os Piratas do Barba Negra

Caribou não é apenas mais um personagem na vasta série de One Piece. Depois do…

23/02/2024

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site.

Leia mais