Anime & Mangá

Dragon Ball: Como funciona a vida após a morte?

Publicado por

O mundo de “Dragon Ball“, criado por Akira Toriyama, não é apenas uma aventura cheia de ação, mas também uma exploração fascinante de temas como a vida após a morte.

A série nos leva a conhecer o “Outro Mundo”, um lugar que os personagens frequentam após a morte, transformando o que normalmente seria o fim em apenas mais uma etapa de suas jornadas.

Ao contrário do que acontecia antes, onde a morte significava o desaparecimento dos personagens da história, agora o “Outro Mundo” é um lugar vibrante, cheio de oportunidades para desenvolvimento e aventuras.

A morte e suas regras em “Dragon Ball”

O Outro Mundo

Em “Dragon Ball”, a morte tem regras bem específicas. Personagens importantes conseguem manter suas formas físicas mesmo após morrerem, algo visto como um grande privilégio e uma recompensa por suas boas ações. Goku e Vegeta são exemplos marcantes dessa regra, onde a manutenção de seus corpos após a morte simboliza seu status heroico. Além disso, a série introduz a ideia de corpos substitutos para aqueles que morrem de formas trágicas, permitindo que continuem suas existências no além sem as limitações físicas de suas mortes.

Relacionado: 7 coisas que o criador de Dragon Ball esqueceu

O “Outro Mundo” não é apenas um lugar de descanso; é um cenário de treinamento e crescimento, onde os personagens podem alcançar níveis de poder inimagináveis. No entanto, essa área da série também introduz a complexidade de seu universo espiritual, cheio de diferentes destinos e regras que podem confundir até os fãs mais dedicados. “Dragon Ball” expande essas ideias ao mostrar que até mesmo os vilões podem manter suas formas físicas e causar problemas do além, desafiando a ideia de que a morte é o fim definitivo.

O Inferno de Dragon Ball

O Inferno, em particular, é um ponto de interesse, servindo como palco para muitas tramas envolvendo vilões que tentam escapar para causar caos. “Dragon Ball” apresenta diferentes versões do Inferno e do Céu, dependendo do planeta, refletindo a diversidade do universo da série. Essa abordagem permite explorar a ideia de que diferentes seres podem ter concepções distintas do que seria uma punição ou recompensa após a morte, enriquecendo ainda mais o universo de “Dragon Ball”.

O Céu de Dragon Ball

Em Dragon Ball, o Céu e o Inferno são dois lados da mesma moeda. A gente vê muito do Inferno, que parece um deserto cheio de desastres, mas o Céu é bem mais raro de aparecer. Só conhecemos ele direito lá pelas últimas sagas de Dragon Ball Z, apresentado como um lugar tranquilo, cheio de flores, localizado na borda do universo espiritual. O Goku, por exemplo, treina lá com o Rei Kai depois de morrer pela segunda vez. Uma cena marcante do Céu é quando Bulma, Chi-Chi e Videl estão à procura de Gohan, pensando que ele tinha sido derrotado pelo Buu. Lá, as almas têm uma aparência única, com corpos normais, mas com caudas etéreas.

Um caso curioso: Dabura no céu

Uma das histórias mais interessantes é a de Dabura, o vilão que, por lógica, não deveria ir para o Céu. Mas o Rei Yemma, sabendo que Dabura se divertiria no Inferno, manda ele pro Céu como castigo. Acaba que o Céu tem um efeito transformador em Dabura, tornando-o uma pessoa melhor. Dragon Ball GT também brinca com a ideia do Céu, mostrando Piccolo causando confusão lá para ser mandado ao Inferno, onde acredita que pode ser mais útil.

Relacionado: 10 histórias mais questionáveis e confusas ​​em Dragon Ball Z

Há muitos lugares além do Céu e Inferno de Dragon Ball

Além do Céu e do Inferno, existem lugares intermediários como a Estrada da Serpente e o Planeta do Rei Kai, que são essenciais para o desenvolvimento das habilidades dos personagens depois da morte. Sem essas paradas, Goku não seria o guerreiro que é hoje. O Dragon Ball original ainda nos apresenta à Fornalha das Oito Divisões, um portal para o além que testa os visitantes com ilusões e truques mentais.

O limbo e o reino demoníaco

O Limbo em Dragon Ball é um mistério, mencionado como um destino pior que o Inferno, de onde não se pode escapar. E temos o Reino Demoníaco, um lugar sinistro governado por entidades malignas e lar de raças como demônios e Majin. Esse lugar, diferente do Céu e do Inferno, opera sob uma magia única de Energia Negra, oferecendo uma ameaça única e perigosa.

Dragon Ball tem um jeito único de explorar esses conceitos espirituais, trazendo sempre novas perspectivas e aventuras para os personagens, mesmo após a morte.

Leia também: 10 lutas do Dragon Ball que Goku teria perdido se não fosse o protagonista

Daniel Oliveira

Criador e escritor do site animerant.com.br. O site foi criado exclusivamente para comentar sobre os animes e mangás e oferecer entretenimento geek para os entusiastas do meio.

Publicado por
Tags: dragon ball

Posts recentes

Criador de One Piece revela qual personagem mais o incomoda na série

Eiichiro Oda, o cara por trás de One Piece, revelou para os fãs quem é…

09/04/2024

Spoilers completos do capítulo 256 de Jujutsu Kaisen

Saíram os primeiros spoilers do capítulo 256 de Jujutsu Kaisen. Confira abaixo! Pagina 1 O…

04/04/2024

A terceira temporada de Jujutsu Kaisen será a melhor até agora

Jujutsu Kaisen mal acabou de fechar o capítulo da sua segunda temporada e já está…

28/03/2024

Jujutsu Kaisen: Quem são os feiticeiros mais fortes do final da série?

Jujutsu Kaisen tá no meio do arco Shinjuku Showdown e, a cada novo capítulo, parece…

28/03/2024

One Piece: Qual é o verdadeiro objetivo do Gigante de Ferro?

No universo de One Piece, o Gigante de Ferro virou o centro das atenções, e…

28/03/2024

Jujutsu Kaisen perdeu oficialmente o que o tornava tão bom

Parece que Jujutsu Kaisen estava no topo do mundo, com todo mundo na expectativa pela…

28/03/2024

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site.

Leia mais