Anime & Mangá

A Viagem de Chihiro não é um conto para criança como pensávamos

Publicado por

Muitos consideram “A Viagem de Chihiro” (Spirited Away), o icônico filme de 2001 de Hayao Miyazaki, como uma obra-prima de conforto e animação repleta de personagens cativantes. No entanto, uma teoria popular dos fãs apresenta uma interpretação sombria do aclamado filme de anime, sugerindo que Spirited Away é uma metáfora sutil para a prostituição e potencialmente para o tráfico humano.

A Viagem de Chihiro é sobre tráfico humano?

Os proponentes dessa teoria apontam para a situação de Chihiro Ogino, a protagonista, e os personagens que ela encontra em sua aventura como metáforas para aspectos da indústria do sexo e sua história no Japão. Ela se encontra em um banho público que é interpretado por alguns como um bordel histórico japonês, e a madame do estabelecimento, Yubaba, tem aparência e ações que reforçam essa ideia.

A ligação entre Chihiro e a indústria do sexo é ainda mais fortalecida quando ela é contratada como “Yuna”, um termo comummente usado para se referir às mulheres que trabalhavam na indústria da prostituição durante o período Edo. A teoria postula que a situação de Chihiro trabalhando para salvar seus pais é uma metáfora para meninas forçadas a trabalhar em casas de banho devido a dívidas familiares.

A teoria dos fãs do Spirited Away também se aprofunda no personagem No-Face. Este espírito mascarado parece obcecado por Chihiro, oferecendo a ela ouro e fichas de banho – símbolos de uma tentativa de comprar seus serviços. Seu comportamento persistente reflete a realidade de muitos na indústria do sexo que vivem na solidão.

Como No-Face se encaixa na teoria dos fãs de A Viagem de Chihiro?

Apesar desses elementos intrigantes, é importante ressaltar que Hayao Miyazaki nunca confirmou tais interpretações. Na verdade, ele explicou que o filme foi inspirado por uma viagem de férias com sua família e amigos, incluindo cinco meninas, para as quais ele quis criar uma heroína com a qual pudessem se identificar.

Teorias dos fãs, especialmente aquelas que trazem uma visão sombria a filmes inocentes, são sempre intrigantes. Contudo, no caso de Spirited Away, parece que alguns espectadores podem estar lendo mais do que o diretor pretendia.

Por fim, mesmo que Spirited Away possa ser o filme mais sombrio e inquietante do Studio Ghibli, a verdadeira perturbação pode estar na transição para a idade adulta, um tema recorrente na obra de Miyazaki, e não em conexões com a prostituição ou o tráfico humano.

Siga-nos no Google News para receber as últimas notícias de anime.

Matheus Gimenez

Escritor do animerant.com.br e um entusiasta do universo dos animes que não curte muito mangás, mas quando pega para ler, termina em pouquíssimo tempo.

Posts recentes

10 coisas em Dragon Ball Super que os fãs odiaram

Dragon Ball Super trouxe uma nova vibe ao universo Dragon Ball, criado por Akira Toriyama.…

25/02/2024

One Piece: Eiichiro Oda revela o verdadeiro motivo para Zoro ter três espadas

Eiichiro Oda, o criador de One Piece, compartilhou o porquê de Zoro ter três espadas,…

25/02/2024

Dragon Ball Super: Nova transformação de Gohan confirma a teoria antiga do Goku

No mangá de Dragon Ball Super tá rolando um embate épico que muita gente tava…

25/02/2024

7 coisas que o criador de Dragon Ball esqueceu

Dragon Ball é um fenômeno mundial, cativando fãs com suas histórias empolgantes, personagens memoráveis e…

25/02/2024

One Piece: Oda conta de onde veio a ideia do Gear 2 do Luffy

O Luffy, aquele pirata top de One Piece, não começou sua jornada sendo o cara…

25/02/2024

One Piece 1109: O que esperar do capítulo?

Os fãs de One Piece estão na maior expectativa pelo capítulo 1109. A trama na…

25/02/2024

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site.

Leia mais