Anime & Mangá

10 motivos porque Dragon Ball Super: Broly é uma das melhores histórias da franquia

Publicado por

Dragon Ball Super: Broly é aquele filme que não só sacode o universo de Dragon Ball com sua narrativa, mas também se aprofunda em elementos que a série raramente explorava antes. Broly, o Lendário Super Saiyajin, sempre foi um personagem icônico dentro da comunidade Dragon Ball, marcando presença em jogos e filmes anteriores.

Mas, foi somente com Dragon Ball Super: Broly que ele finalmente foi introduzido oficialmente no cânone, trazendo um frescor para a série com sua história intensa e dramática. Essa inclusão não foi apenas um aceno para os fãs, mas uma jogada que reformulou a trajetória do personagem, dando a ele uma nova dimensão e um lugar permanente na saga.

O filme não somente destaca Broly, mas também se destaca ao apresentar uma variedade de personagens coadjuvantes que trazem mais cor e profundidade à história. É um contraste bem-vindo com outros filmes da franquia, onde muitas vezes apenas os protagonistas ganham destaque.

Com isso em mente, vamos mergulhar nos elementos que fazem de Dragon Ball Super: Broly uma história única e poderosa dentro do universo de Dragon Ball, listando os pontos de 10 a 1 que destacam sua importância.

10. Dragon Ball Super: Broly é rico em personagens coadjuvantes divertidos e diversos que permanecem por perto

Dragon Ball Super: Broly se diferencia por como trata seus personagens secundários. Personagens como Cheelai e Lemo não são apenas adições passageiras; eles trazem uma camada de humanidade à história de Broly, mostrando que mesmo em um universo cheio de batalhas épicas, as relações pessoais têm um valor imenso.

E não podemos esquecer de Ba, o adorável animal de estimação de Broly, que, sem dizer uma palavra, consegue transmitir uma gama de emoções e fortalecer o vínculo emocional com o público.

9. Dragon Ball Super: Broly ajuda Goku a fazer as pazes com suas raízes Saiyan

O filme também se aprofunda no tema da identidade e aceitação. A jornada de Goku para reconhecer e aceitar sua herança Saiyajin é um dos pontos altos do filme, oferecendo um olhar introspectivo sobre o que significa aceitar todas as partes de si mesmo.

A relação entre Goku e Broly serve como um espelho para essa descoberta, mostrando como o passado não precisa definir o futuro. O momento em que Goku se apresenta como Kakarot para Broly é simbólico, marcando uma aceitação plena de sua identidade Saiyajin e um novo começo para ambos os personagens.

8. Dragon Ball Super: Broly traz de volta a fusão de uma forma importante que é extremamente satisfatória

No número 8, temos a reintrodução da fusão, um conceito que sempre fascinou os fãs de Dragon Ball. A fusão não é apenas um meio de aumentar o poder, mas também um recurso narrativo que permite explorar as dinâmicas entre personagens. A aparição de Gogeta em Dragon Ball Super: Broly não é apenas um momento épico de fan service; é um ponto de virada crucial na história.

Gogeta não é apenas uma fusão para derrotar um inimigo poderoso; ele é a união de dois guerreiros que, apesar de suas diferenças, reconhecem a necessidade de trabalhar juntos contra uma ameaça comum. A introdução de Gogeta no cânone oficial abre um leque de possibilidades para futuras histórias, reforçando a ideia de que a união faz a força.

7. Dragon Ball Super: Broly prova que histórias anteriores de filmes de Dragon Ball Z podem ser refeitas corretamente

O sétimo ponto nos mostra como Dragon Ball Super: Broly pega histórias de filmes anteriores e as reconta de uma maneira que não só respeita o original, mas também os expande de maneira significativa. A inclusão de Broly no cânone da série e a reimaginação de sua história é uma prova de que é possível revisitar elementos antigos e dar-lhes nova vida.

Essa abordagem não só enriquece a tapeçaria do universo Dragon Ball como também abre a porta para a reintegração de outros personagens anteriormente considerados não canônicos. A habilidade de recontar essas histórias de forma que se encaixem na narrativa atual é um testemunho da flexibilidade e da evolução constante da série.

6. Dragon Ball Super: Broly usa exclusivamente as Dragon Balls que usam sua força

Em sexto lugar, Dragon Ball Super: Broly destaca o uso criativo das Dragon Balls de uma forma que vai além das expectativas. A capacidade das Dragon Balls de servir como um mecanismo de resolução de conflitos é bem ilustrada quando Cheelai usa um desejo para salvar Broly de uma morte certa.

Esse uso das Dragon Balls não apenas fornece um desfecho emocionante para a batalha, mas também sublinha a importância de escolhas e a possibilidade de redenção. Além disso, o humor envolvendo os desejos de Bulma e Freeza adiciona leveza ao filme, mostrando que Dragon Ball pode equilibrar perfeitamente momentos de tensão com humor.

5. Dragon Ball Super: Broly é construído sobre o passado e a história dos Saiyajins

O quinto aspecto crucial que Dragon Ball Super: Broly explora é a história e o passado dos Saiyajins. O prólogo estendido oferece uma visão sem precedentes da vida em Vegeta, enriquecendo a lore de Dragon Ball com detalhes sobre Bardock, Gine, e a sociedade Saiyajin como um todo.

Este mergulho na história dos Saiyajins não só estabelece um pano de fundo emocional para o filme, mas também permite uma conexão mais profunda com personagens que definiram a saga. Ao explorar o passado, Dragon Ball Super: Broly cria uma ponte entre as origens de Goku e a jornada de Broly, destacando as escolhas que os levam por caminhos muito diferentes, mas igualmente impactantes.

4. Dragon Ball Super: impressionante coreografia de batalha e excelente animação de Broly

No quarto lugar, temos a incrível coreografia de batalha e a animação excepcional que define Dragon Ball Super: Broly. O filme eleva o padrão com lutas que não são apenas visualmente deslumbrantes, mas também ricas em dinamismo e estilo.

A diversidade nos estilos de luta de cada personagem, juntamente com a estreia do Super Saiyajin Deus Vegeta, oferece uma variedade que mantém cada confronto fresco e emocionante. O uso criativo do ambiente gelado adiciona uma camada extra de intensidade às batalhas, tornando-as não apenas um espetáculo para os olhos, mas uma parte integrante da história. A animação tradicional 2D dá vida a esses momentos com uma clareza e fluidez que captura a essência de Dragon Ball.

3. Dragon Ball Super: Broly faz uso perfeito de Freeza como vilão coadjuvante

O terceiro lugar é reservado para a utilização magistral de Freeza como vilão coadjuvante. Dragon Ball Super: Broly traz uma nova camada para o personagem de Freeza, explorando sua complexidade e motivos de uma maneira que enriquece a trama principal.

A interação entre Freeza, Broly e Paragus adiciona profundidade à história, mostrando que Freeza é mais do que apenas um antagonista; ele é um catalisador para a transformação e o desenvolvimento de outros personagens. Sua manipulação astuta e a busca implacável por vingança contra os Saiyajins adicionam tensão e urgência ao enredo, tornando cada momento com Freeza carregado de significado.

2. Dragon Ball Super: Broly coloca os heróis contra um Saiyan genuinamente perigoso

O segundo ponto destaca o confronto com Broly, um Saiyajin genuinamente perigoso que testa os limites de Goku e Vegeta de formas nunca vistas antes. Esse encontro não é apenas uma batalha física, mas um confronto de ideais e forças que desafia os heróis a superarem seus próprios limites.

Broly representa um tipo de ameaça que vai além do poder bruto; sua força incontrolável e potencial ilimitado o tornam um adversário formidável, forçando Goku e Vegeta a repensarem suas estratégias e a unirem forças de maneira inédita.

1. Broly é vítima de abuso e manipulação, em vez de ser só mau

Por fim, o primeiro lugar foca na representação de Broly não como um vilão típico, mas como uma vítima de abuso e manipulação. Esta abordagem dá ao personagem uma profundidade emocional raramente vista em antagonistas de Dragon Ball. Ao explorar a história de Broly e sua relação com Paragus, o filme oferece uma visão compreensiva sobre suas motivações e lutas internas.

Essa perspectiva humanizada de Broly adiciona uma nova camada à narrativa, transformando-o de um simples antagonista em um personagem com quem o público pode se identificar e torcer por sua redenção.

Leia também: Dragon Ball Super: Jiren é mais forte que Broly?

Acompanhe-nos no Google News para receber as últimas notícias de anime!

Daniel Oliveira

Criador e escritor do site animerant.com.br. O site foi criado exclusivamente para comentar sobre os animes e mangás e oferecer entretenimento geek para os entusiastas do meio.

Publicado por
Tags: dragon ball

Posts recentes

Spoilers completos do capítulo 257 de Jujutsu Kaisen

Meus amigos, se preparem para grandes revelações com os spoilers do capítulo 257 de Jujutsu…

18/04/2024

Naruto: Boruto Uzumaki é mais forte que Naruto?

Naruto Uzumaki é um dos personagens mais marcantes do mundo dos animes, e na série…

15/04/2024

One Piece pode revelar uma nova classe oculta de frutas do diabo

As Akuma no Mi são essenciais no universo de One Piece e, com o passar…

15/04/2024

6 personagens que nunca deveriam ter se tornado Kage em Naruto

Esses personagens de Naruto causaram muitos problemas para suas aldeias. 6. Hashirama Senju Deixou a…

15/04/2024

Os 6 Otsutsuki mais poderosos de Boruto, ranqueados por força

Os Otsutsuki estão entre os personagens mais poderosos de Boruto, mas sua força não é…

15/04/2024

6 personagens de One Piece que Zoro não conseguiu vencer sozinho

Roronoa Zoro, o espadachim dos Piratas do Chapéu de Palha em One Piece, sempre teve…

15/04/2024

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site.

Leia mais