Anime & Mangá

Entenda por que o final de Erased é controverso

Publicado por

Criado por Kei Sanbe, Erased é um fenômeno tanto em sua versão mangá quanto no anime. No entanto, essas duas representações têm diferenças notáveis, especialmente quando se trata do desfecho da trama.

É uma diferença que causou alguma controvérsia entre os fãs. Antes de mais nada, vamos abordar o que acontece na história de cada meio.

Em ambas as versões, o protagonista Satoru Fujinuma possui a habilidade de viajar no tempo para corrigir eventos trágicos.

Essa capacidade ganha um novo significado quando sua mãe é assassinada, e ele volta à infância para prevenir uma série de assassinatos de colegas de classe. Até esse ponto, mangá e anime seguem a mesma linha.

O final no mangá de Erased, detalhado

Satoru acorda de um coma de 15 anos e passa por uma jornada de fisioterapia, conhecendo a jovem Kumi. Em seguida, ele reencontra Airi, e suas memórias bloqueadas começam a voltar. Especificamente, ele se lembra de Yashiro, o assassino e seu antigo professor.

Satoru, junto com seus aliados, elabora um plano para proteger Kumi e finalmente desmascarar Yashiro. O confronto final acontece em uma ponte, onde ambos se enfrentam em uma batalha de intelectos.

Comparação com o final do anime

Por outro lado, o anime condensa sua narrativa em apenas 12 episódios. O confronto final entre Satoru e Yashiro ocorre em um ambiente hospitalar.

Yashiro tenta matar Satoru, mas descobre que o jovem previu seu plano. O anime fecha com Yashiro atrás das grades, e Satoru levando uma vida significativamente melhor.

A controvérsia do final de Erased

Embora o resultado seja similar – Yashiro sendo capturado e Satoru vivendo uma vida melhor – o tratamento dos eventos difere substancialmente. O mangá oferece um desenvolvimento mais aprofundado dos personagens e um jogo de gato e rato mais envolvente entre Satoru e Yashiro.

O anime, devido a limitações de tempo e de episódios, parece acelerar muitos desses eventos importantes. Além disso, a abordagem do mangá sobre a relação entre Satoru e Kumi é mais intrigante e tensa do que o anime.

Para os fãs que seguem o material original, o anime não faz jus à complexidade e nuance do mangá. Outros elementos também afetaram a recepção do anime, como a escolha do par romântico para Satoru e o ritmo geral da história.

Sem dúvida, vale a pena mencionar que a série live-action da Netflix de 2017 é considerada por muitos como mais fiel ao mangá. Ela também oferece um desenvolvimento de personagem mais rico e um ritmo melhor devido à duração mais longa dos episódios.

Em resumo, enquanto ambos, o mangá e o anime de Erased, proporcionam uma jornada emocional com Satoru, cada um tem suas próprias forças e fraquezas que atraem ou afastam os fãs.

É uma comparação que vai muito além das semelhanças superficiais e mergulha profundamente nas complexidades da narrativa e do desenvolvimento do personagem.

Siga-nos no Google News para receber as últimas notícias de anime.

Matheus Gimenez

Escritor do animerant.com.br e um entusiasta do universo dos animes que não curte muito mangás, mas quando pega para ler, termina em pouquíssimo tempo.

Publicado por

Posts recentes

Dragon Ball confirmou a forma mais forte de Goku

A galera que acompanha Dragon Ball estava super empolgada com o Capítulo 101 do mangá.…

04/03/2024

Jujutsu Kaisen 252: Maki Vs Sukuna começa

Jujutsu Kaisen deu as caras de novo depois de uma pausa de duas semanas, e…

04/03/2024

5 lutas mais incompatíveis em Naruto

Na obra de Masashi Kishimoto, Naruto, o engano e a desorientação são a alma das…

04/03/2024

Como os gigantes Elbaf podem ajudar Luffy a se tornar o rei dos piratas?

No universo de One Piece, a diversidade é o que não falta. Temos desde Homens-Peixe…

04/03/2024

Hell’s Paradise: o que esperar da 2ª temporada (de acordo com o mangá)

Todo mundo está na maior expectativa pela segunda temporada de Hell's Paradise. Ainda sem data…

04/03/2024

One Piece: O que a chegada do Gorosei em Egghead significa para os piratas chapéus de palha?

No capítulo 1109 de One Piece, a ação foi pra lá de eletrizante no arco…

04/03/2024

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site.

Leia mais