Anime & Mangá

10 lições de vida que Dragon Ball ensinou para os fãs

Publicado por

Dragon Ball de Akira Toriyama deixou sua marca no mundo de uma maneira que poucas obras de arte conseguiram. Não é apenas uma das franquias mais vendidas globalmente, mas as aventuras de Goku e seus amigos tocaram pessoas ao redor do mundo de maneiras que não podem ser medidas apenas por dinheiro ou números. O verdadeiro tesouro de Dragon Ball reside na sabedoria atemporal que compartilha, oferecendo histórias que ressoam praticamente com todos.

Uma história com tanto poder e influência pode influenciar jovens mentes para o melhor ou para o pior, mas felizmente, Goku e a turma têm espalhado boas vibrações sobre como agir e tratar os outros. Goku não é perfeito, mas ele é um herói de verdade, aprendendo com seus erros e sempre lutando para tornar o mundo um lugar melhor. Com Goku, o mundo é um pouco mais brilhante, graças às lições de vida que Akira Toriyama transmitiu através de Dragon Ball.

Confira, a seguir, 10 lições de vida que Dragon Ball ensinou para os fãs:

10. O trabalho duro sempre compensa

“Mesmo um guerreiro de classe baixa pode superar um de elite com bastante trabalho duro.” – Goku

Uma coisa que Goku nunca parou de fazer desde os seus dias em Dragon Ball é treinar. Ele é um dos personagens mais trabalhadores dos animes, e isso sempre compensa. Enfrentando vilões que parecem imbatíveis no início, o esforço incansável de Goku para melhorar significa que ele está sempre pronto para um novo confronto.

Mas não é apenas Goku; Dragon Ball destaca o trabalho duro como um tema universal. Vegeta, o maior rival de Goku, talvez até trabalhe mais do que ele. Até mesmo Frieza, o vilão mais notório da série, percebeu o valor do trabalho duro, levando à sua transformação em Black Frieza.

9. Qualquer um pode ser redimido

Dragon Ball está repleto de algumas das melhores histórias de redenção dos animes. Vegeta e Piccolo são exemplos notáveis de vilões transformados em heróis, mas até mesmo lutadores Z como Yamcha e Tien começaram como adversários.

A capacidade de Goku de ver o melhor nas pessoas, independentemente de suas ações passadas, é tanto sua maldição quanto sua benção. Nem todos querem mudar, mas Goku e seus amigos mostram que, com um pouco de fé, qualquer um pode mudar sua vida e ser melhor do que era antes.

8. As escolhas têm consequências

Em Dragon Ball, um tema que sempre aparece é como as decisões que alguém toma podem afetar o futuro. Isso é bem evidente na saga dos Saiyajins, especialmente nas histórias de Freeza e Cell. Quando Goku derrotou Freeza, foi a volta do karma para ele, que por anos maltratou os Saiyajins, até seu passado finalmente o alcançar.

Esse tema também atinge os “heróis” da história. Cell e os Androids foram criados para vingar a destruição do exército Red Ribbon por Goku ainda criança. Esse assunto não sumiu, ressurgindo em Dragon Ball Super com a história de Granolah, mostrando que ninguém está livre das consequências de suas ações, mas é possível aprender com elas e evoluir.

7. Família além do sangue

Piccolo se sacrificou duas vezes por Gohan em Dragon Ball, mostrando que família vai além da genética. Dragon Ball valoriza muito a família, mas destaca que não são apenas laços de sangue que criam relações profundas. A relação entre Piccolo e Gohan é uma das mais fortes da série, assim como a amizade entre Goten e Trunks.

Relacionado: Entenda por que Goku e Vegeta não podem ter a nova forma do Gohan

As relações mais próximas em Dragon Ball muitas vezes surgem entre guerreiros que lutam juntos pelo destino do mundo, mostrando que laços formados por suor e lágrimas podem ser tão ou mais fortes que os de sangue.

6. Até o guerreiro mais endurecido pode ser gentil com seus entes queridos

Os heróis de Dragon Ball, apesar de serem alguns dos guerreiros mais poderosos do universo, têm um lado suave para com suas famílias. Ter força não significa que não possam ser vulneráveis. Vegeta e Piccolo são exemplos de guerreiros que, apesar de sua aparência dura, têm um carinho imenso pelos que amam, demonstrando que até os mais fortes têm um coração.

5. Lutar pelo que é certo

“Você é gentil. Você não gosta de machucar. Eu sei porque também aprendi esses sentimentos. Mas é porque você valoriza a vida que deve protegê-la.” – Android 16

Gohan odeia lutar, mas a Saga Cell ensinou que às vezes é necessário lutar pelo que acredita. Essa lição veio de Android 16, que, apesar de não conhecer Gohan pessoalmente, o inspirou a lutar para proteger a vida. Essa revelação mostrou que vale a pena lutar por algumas coisas, mesmo para alguém que detesta conflitos.

4. Crescimento através da rivalidade

As rivalidades de Goku em Dragon Ball, especialmente com Vegeta, sempre foram fundamentais para seu crescimento como lutador. Mesmo personagens que começaram como rivais, como Kuririn e Tien, acabaram se tornando amigos próximos. Em Dragon Ball Super, até Freeza reconhece Goku e Vegeta como rivais, o que o motiva a se tornar mais forte. Uma boa rivalidade, então, pode ser um excelente motor para o crescimento pessoal.

3. O coração vale mais que a origem

Goku, criado na Terra como humano, é na verdade um Saiyajin, uma raça alienígena guerreira conhecida por destruir planetas. Mas o que definiu Goku não foi sua raça, mas seu coração bondoso, moldado pelo amor e ensinamentos de seu avô adotivo, Gohan. A história de Goku mostra que a verdadeira força e caráter de alguém vêm de dentro, independentemente de sua origem ou raça.

2. O passado é imutável

A saga de Trunks do Futuro ensina uma lição crucial sobre o tempo: não se pode alterar o passado para mudar o próprio futuro. As ações de Trunks, ao voltar no tempo para alertar Goku e os outros sobre ameaças futuras, mudaram o presente deles, mas não afetaram sua própria linha do tempo. No entanto, ele conseguiu se fortalecer e, ao retornar ao seu tempo, criou um futuro melhor. A história de Trunks mostra que, embora não possamos mudar nosso passado, nossas ações no presente podem criar um futuro melhor.

1. Nunca julgue um livro pela capa

Desde o início de Dragon Ball, Goku prova que subestimá-lo por sua aparência juvenil é um erro. Gohan, seu filho, segue o mesmo caminho, muitas vezes desconsiderado pelos vilões que se surpreendem com seu poder latente. Akira Toriyama também brinca com essa noção através de Freeza, cuja forma final, mais leve e menos imponente, contrasta com sua força devastadora, desafiando a expectativa de que a força corresponde à aparência imponente. Goku e Gohan ensinam uma lição valiosa: nunca julgue alguém pela aparência, especialmente se tiverem cabelo espetado e um rabo.

Aí estão, portanto, 10 lições de vida que Dragon Ball ensinou para os fãs! Siga-nos no Google News para receber as últimas notícias de anime.

Daniel Oliveira

Criador e escritor do site animerant.com.br. O site foi criado exclusivamente para comentar sobre os animes e mangás e oferecer entretenimento geek para os entusiastas do meio.

Publicado por
Tags: dragon ball

Posts recentes

Criador de One Piece revela qual personagem mais o incomoda na série

Eiichiro Oda, o cara por trás de One Piece, revelou para os fãs quem é…

09/04/2024

Spoilers completos do capítulo 256 de Jujutsu Kaisen

Saíram os primeiros spoilers do capítulo 256 de Jujutsu Kaisen. Confira abaixo! Pagina 1 O…

04/04/2024

A terceira temporada de Jujutsu Kaisen será a melhor até agora

Jujutsu Kaisen mal acabou de fechar o capítulo da sua segunda temporada e já está…

28/03/2024

Jujutsu Kaisen: Quem são os feiticeiros mais fortes do final da série?

Jujutsu Kaisen tá no meio do arco Shinjuku Showdown e, a cada novo capítulo, parece…

28/03/2024

One Piece: Qual é o verdadeiro objetivo do Gigante de Ferro?

No universo de One Piece, o Gigante de Ferro virou o centro das atenções, e…

28/03/2024

Jujutsu Kaisen perdeu oficialmente o que o tornava tão bom

Parece que Jujutsu Kaisen estava no topo do mundo, com todo mundo na expectativa pela…

28/03/2024

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site.

Leia mais